Terraprima elabora estudo para cálculo da pegada de carbono de leite de pastagem do programa “Vacas Felizes”

A Terraprima assiste, com grande orgulho, aos frutos do trabalho desenvolvido com a Bel Portugal/Terra Nostra. Nomeadamente, os resultados do estudo com o título “Carbon Footprint of Milk from Pasture-Based Diary Farms in Azores, Portugal” foram no final do mês de outubro divulgados pela Bel Portugal/Terra Nostra através de um vídeo publicitário.

Tal como apresentado no estudo, o setor do leite contribui de forma importante para a emissão de gases com efeito de estufa. A produção baseada em pastoreio, embora seja visto como mais amigo do ambiente, vê o seu desempenho menos estudado do que os sistemas de produção intensiva. Este estudo pretendeu responder a essa lacuna, tendo sido caracterizada e contabilizada a pegada de carbono do programa “Vacas Felizes”, um sistema produtivo baseado em pastoreio no arquipélago dos Açores. Foi utilizada uma metodologia de análise em ciclo de vida e elaborada uma análise multivariada para avaliar a contribuição de parâmetros de produção para a pegada carbónica. Os resultados indicam que a fermentação entérica, produção de alimento concentrado, e aplicação de fertilizante (orgânico e mineral) são as três principais fontes de impacto. A produtividade do leite é um parâmetro chave na quantificação da pegada carbónica. O valor médio obtido foi de 0.83kg CO2/litro de leite não processado. Em comparação com cerca de 80 estudos publicados na literatura (num total de 84 estudos analisados), os resultados obtidos indicam uma pegada carbónica do programa “Vacas Felizes” 32% mais baixa. Este estudo deu origem a um artigo na revista científica “Sustainability” e pode ser consultado aqui.

Outros artigos
Bolsa de Investigação
Terraprima abre concurso de uma bolsa de Investigação para estudante de mestrado ou mestrado integrado.
Ler mais
Visita de monitorização do ensaio de Pastagem Semeada Biodiversa em Samothraki
Evidências promissoras indicam que a instalação de Pastagem Semeada Biodiversa nesta ilha grega pode ser bem sucedida
Ler mais
Terraprima presente na IV Jornadas de Laticínios
A convite da Câmara Municipal de Penela, Nuno Rodrigues fez uma apresentação sobre o papel que as pastagens podem ter no sequestro de carbono no solo. As Jornadas realizaram-se dia 24 de Abril e proporcionaram um amplo debate sobre a fileira do queijo e os seus desafios.
Ler mais
Projeto das Pastagens em contexto de currículo de nível elevado no ensino das ciências
O Projeto das Pastagens Semeadas Biodiversas, implementado pela Terraprima entre 2009 e 2014 com o apoio do Fundo Português de Carbono, é citado no trabalho Currículos de Nível Elevado no Ensino das Ciências.
Ler mais
Projeto de consórcio que inclui a Terraprima aprovado pela European Food Safety Authority
O projeto “Modelling population dynamics of aquatic and terrestrial organisms using Dynamic Energy Models (DEB): application to risk assessment of chemical mixtures” vai ser implementado entre 2015 e 2017.
Ler mais
Terraprima na imprensa
Divulgação Terraprima